Já contamos por aqui como a música pode ajudar no desempenho acadêmico de crianças e jovens. Mas esse não é o único benefício que o contato frequente com o aprendizado musical pode trazer para as pessoas.

Estudos revelaram que a música faz com que diversas partes de seu cérebro sejam exercitadas ao mesmo tempo, incluindo aquela relacionada à preservação da memória.  Alguns anos atrás, cientistas do Instituto Max Planck de Neurociência e da Cognição Humana, na Alemanha, questionaram-se por que pacientes com Alzheimer conseguiam se lembrar de melodias ou apresentar fortes emoções ao ouvir canções que marcaram suas vidas.

Foi nesse momento que descobriram que a música fica armazenada em uma parte diferente do cérebro da que guarda a maior parte das nossas memórias, comprovando que a música pode sim ajudar na memória, resgatando e transmitindo sensações apenas com o som, sem o uso das palavras.

Mesmo que tenha benefícios enormes e curiosos para pacientes com Alzheimer, todos podem se beneficiar ao aumentar seu contato com a música!

Fonte: http://emais.estadao.com.br/noticias/bem-estar,musica-ajuda-a-prevenir-e-frear-desenvolvimento-de-alzheimer,70001659989